Armazém Paraíba
YASMINI
ISEPRO
AUMENTO

Aumento no preço do litro da gasolina pode chegar a R$ 0,15

Atualmente, o preço médio do litro de gasolina comum custa em torno de R$ 4,49, e com o reajuste terá aumento entre R$ 0,10 e R$ 0,15.

20/11/2019 08h08
Por: Redação
Fonte: Vi Agora

O preço da gasolina irá aumentar mais uma vez. A medida já foi autorizado pelo governo e começará a valer a partir desta terça-feira (19). O último reajuste ocorreu há 53 dias.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Postos de Combustíveis do Piauí, Alexandre Cavalcante Valença, o consumidor deverá perceber o aumento a partir do próximo sábado (23).

Segundo o presidente, o valor do aumento depende de cada posto de combustível. "Imagino que [o reajuste] deverá ser entre R$ 0,10 e R$ 0,15; dependendo de cada posto [de combustível]. Acredito que daqui a três ou quatro dias, no máximo uma semana, esse aumento deva estar repercutindo nas bombas", disse.

Atualmente, o preço médio do litro de gasolina comum custa em torno de R$ 4,49 em Teresina. Alexandre Valença conta que a gasolina vendida para as refinarias sofreu três aumentos significativos em um curto espaço de tempo.

"Cerca de 10 dias atrás, houve aumento substancial do etanol, que interfere diretamente com a gasolina porque ela é composta 27% de etanol.  No dia 15, agora, o governo aumentou um pouco o imposto, dando mais um 'precinho no combustível'. E, agora por último, teve esse aumento da Petrobras, perto de 2,7%, que não tem como não chegar às bombas", explica o presidente.

O presidente do Sindicato dos Postos de Combustíveis, conta que há chances de o preço cair ainda este ano, e afirma que o comércio brasileiro nessa área é imprevisível, já que depende da variação do dólar.

"Fica a sabor de fatores externos e é praticamente impossível prever se terá algum aumento ou recuo lá na frente. Nós torcemos para um recuo porque toda vez que sobe atrapalha muito as vendas, pois o consumidor tem um poder de compra limitado. Toda vez que sobe dói no bolso do dono do posto também, porque precisa inserir mais capital dentro do seu negócio, também sofrendo com a perda do volume", comenta Alexandre.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias