UNOPAR
YASMINI
ISEPRO
TOPO 4 ANOS
Armazém Paraíba
distribuição de drog

Duas mulheres foram presas suspeitas de comercializarem drogas na Zona Sul de Teresina

Os policiais investigaram e conseguiram confirmar que ela estava entregando droga”, disse o delegado.

02/11/2019 00h34Atualizado há 2 semanas
Por:
Fonte: G1 Piauí
Foto: reprodução
Foto: reprodução

De acordo com a Polícia Civil, Francisca Meire Machado, de 38 anos, foi presa suspeita de comandar a atividade, e Laiane Maria da Conceição, de 34 anos, seria responsável por um ponto de venda de droga. As prisões aconteceram nesta sexta-feira (01), no bairro Santo Antônio, Zona Sul de Teresina.

De acordo com o delegado Eduardo Aquino, da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre), a prisão aconteceu durante uma busca na casa de Francisca Meire. “Soubemos que ela estava no tráfico novamente, mas com esse disfarce de vender marmitas. Os policiais investigaram e conseguiram confirmar que ela estava entregando droga”, disse o delegado.

A suspeita, segundo o delegado Eduardo, teria criado o disfarce sobre a venda de marmitas como modo de fazer parecer que trabalhava em uma atividade regular, quando na realidade tinha o tráfico de drogas como principal fonte de renda. Segundo a investigação, a suspeita fazia as entregas de entorpecentes e de marmitas no mesmo carro, para usar a comida como disfarce.

Segundo o delegado, Meire era investigada de perto, por que já foi presa outras duas vezes por suspeita de tráfico de drogas. "A Meire não vendia para usuários. Ela comprava em quantidade e fazia a distribuição para que fosse vendida em bocas de fumo", explicou o delegado.

Os policiais informaram à Justiça, que expediu um mandado de busca e apreensão na casa da suspeita. No local, foram apreendidas drogas, balanças e dinheiro, e Francisca Meire, que está grávida de cinco meses, foi presa em flagrante. Durante a prisão, a suspeita teria fingido ter sentido um mau-estar e uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada.

Ainda de acordo com o delegado Eduardo, em seguida os policiais se dirigiram até a casa de Laiane Maria da Conceição, suspeita de trabalhar como funcionária de Francisca Meire. “Durante a busca encontramos cocaína no ponto de vender, dinheiro trocado, todo o indicativo para o tráfico”, disse.

As duas mulheres foram conduzidas para a Central de Flagrantes, onde permanecem presas, e devem passar por audiência de custódia na manhã de sábado (2). O delegado Eduardo Aquino disse ainda que as investigações continuam para verificar se havia outras pessoas envolvidas no crime.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias