TOPO 4 ANOS
Armazém Paraíba
ISEPRO
YASMINI
ARQUIVAMENTO

Ministro arquiva inquérito contra Ciro Nogueira e Iracema Portella

A decisão atendeu a promoção de arquivamento feito pela Procuradora-geral da República, Raquel Dodge

12/08/2019 15h37
Por: Redação
Fonte: GP1

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, determinou o arquivamento do inquérito n° 3910, em trâmite no STF, que investigava o senador Ciro Nogueira e a deputada federal Iracema Portella, sob acusação de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, tráfico de influência e outros crimes.

A decisão atendeu a promoção de arquivamento feito pela Procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

A denúncia

A investigação teve início por meio de uma denúncia anônima, sem apresentação de um único elemento probatório, consistente em uma narrativa de possíveis ilícitos, juntamente com documentos obtidos em bancos de dados públicos.

Segundo o noticiante, a agência de publicidade PROPEG – Soluções Criativas teria sido utilizada para direcionar os contratos de publicidade do Ministério das Cidades, bem como teria ocorrido uma possível atuação do senador Ciro Nogueira para direcionar os trabalhos das campanhas de publicidade do Denatran.

Relatou que o senador Ciro Nogueira e outros parlamentares, teria se utilizado da empresa Trevo Locadora de Veículos Ltda., para emitir notas fiscais sem a respectiva prestação de serviços, referente ao aluguel de veículos.

Apontou o favorecimento da Fundação Cajuína, que teria sido beneficiada com emendas parlamentares, e com os recursos recebidos teria contratado a Carnaúba Produções Artísticas Ltda., localizada no mesmo endereço da Trevo Locadora.

Narra que o senador teria usado de influência no Congresso Nacional para favorecer a montadora de motos Honda, buscando obter concessionária da marca para seu grupo empresarial e por fim relatou que o senador teria aberto um empreendimento denominado Shopping do Automóvel Ltda., para lavar dinheiro e em razão de sua influência teria conseguido a abertura de uma representação do Detran no estabelecimento.

MAIS INFORMAÇÕES AQUI!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias