ISEPRO
Armazém Paraíba
PICOS-PI

Autoridades picoenses discutem ações preventivas para minimizar efeitos das chuvas

Durante o encontro, todas as autoridades explanaram seus pontos de vista, cada uma, sobre sua respectiva competência.

Jaqueline Figueredo

Jaqueline FigueredoCorrespondente na Região de Picos

09/01/2020 18h32
Por: Jaqueline Figueredo

O prefeito municipal de Picos, Padre Walmir Lima, convocou um encontro, na manhã desta quinta-feira (09), na Sala de Reuniões do Palácio Coelho Rodrigues, com diversas autoridades para tratar sobre as chuvas no município, principalmente após a precipitação desta quarta-feira (08), que durou cerca de duas horas e meia e deixou a cidade alagada em diversos pontos.

Estiveram presentes, além do prefeito, o diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes de Picos (DNIT), Elvo Marton Lima; os secretários de Defesa Civil, Antônio Afonso; de Serviços Públicos, Airton Carvalho; de Trânsito, Edilberto Cirilo; de Obras, Filomeno Portela; coordenador de Obras, Reginaldo Osvaldo; gabinete do prefeito, Francivaldo Barbosa; a coordenadora de Comunicação, Mayara Ferreira; representante do Corpo de Bombeiro, Tenente Rangel; da Polícia Militar, Major Mário; do Exército Brasileiro, Tenente Carvalho; da Secretaria de Meio Ambiente, Vilmar; e engenheiros da Prefeitura Municipal de Picos.

Imagem aérea pós-chuva em Picos (Foto: Paulo Henrique)

 

Durante o encontro, todas as autoridades explanaram seus pontos de vista, cada uma, sobre sua respectiva competência. Pontos como alagamentos, deslizamentos e erosões foram debatidos durante a discussão.

O secretário de Defesa Civil, Antônio Afonso, relatou que nenhum transtorno como deslizamentos ou desabamentos foi registrado. Ele destaca isso com o trabalho de prevenção que foi iniciado na cidade há alguns meses.

“Há dois meses estivemos reunidos com o prefeito e fizemos um trabalho de prevenção que, graças a Deus, ajudou com que não acontecesse algo de grande gravidade. Foi uma chuva localizada com problemas sérios, mas sem atingir a vida humana ou seu patrimônio. O dano maior foi na “Estrada dos Santos”, com a erosão, mas que já está sendo sanado. Graças a Deus, nos bairros de riscos maiores, como Morada do Sol, Paroquial, Aerolândia, não houve nenhum dano, pois fizemos o trabalho de monitoramento e nada foi constatado”, informou.

Ele relatou ainda que o trabalho continuará, principalmente em pontos de alagamento, que foi o principal problema constatado pela administração municipal.

“Vamos continuar com o trabalho de prevenção, dando enfoque ao Riacho dos Macacos, que é um problema centenário e que tem se agravado com as inúmeras construções que estão sendo feitas. O canal da água está sendo interrompido e precisamos ver que solução podemos dar a esse problema, assim como em outros pontos da cidade, como no bairro Ipueiras”, disse.

O representante do Corpo de Bombeiros, Tenente Rangel, destacou de que maneira a corporação pode ajudar nos trabalhos de prevenção e contenção em períodos chuvosos.

Tenente Rangel

 

“Nós apresentamos nessa reunião nosso plano de contingencia do período de chuvas de 2020, que é um plano anual. Todos os anos fazemos dois planos, que é o de estiagem e o de chuva, e a gente aproveitou essa reunião para apresentarmos nosso plano e buscarmos parceria com o prefeito. O Corpo de Bombeiros fica, juntamente com a Defesa Civil, para a salvaguarda de vidas e patrimônios nesse período de chuva e em outras ocorrências de salvamento. Na prevenção vamos atuar em vistorias, juntamente com o engenheiro da Defesa Civil, em áreas de riscos, onde pode haver deslizamentos ou casas com paredes rachadas, com algum risco, ajudando na questão do isolamento através de laudos do engenheiro”, informou.

O diretor do DNIT, Elvo Marton, declarou que o problema de erosão causado pela chuva já está sendo sanado pela construtora responsável pela obra de drenagem do município.

“Como todos sabem, a precipitação ontem em nossa cidade foi muito forte. No ponto especifico com maior prejuízo, a Estrada dos Santos, devido à inexistência da calçada de proteção, devido à própria execução do serviço, essa calçada foi removida para fazer o serviço, e devido a passagem intensa de água naquele ponto, acabou acontecendo essa erosão. Hoje a construtora está resolvendo, fazendo o conserto desse ponto, o reaterro compactado e acredito que até amanhã o problema estará resolvido”, falou.

Ele comentou ainda sobre o alto índice de água nas laterais da BR-316, nos pontos em que foram colocados os tubos de escoamento de água. Afirmou que por conta da falta de asfalto, houve acúmulo de detritos dentro dos tubos e, com isso, impediu o escoamento da água, mas afirmou que o problema também será reparado.

“Posteriormente, após o período de chuva e estiagem, será feita a limpeza do material granular na tubulação, do material acumulado, para ser feito o teste hidráulico, o fluxo de água no carro pipa”, disse.

Após a reunião, ficou acertado que um membro de cada entidade formará uma comissão para visitar as residências em locais de grande risco de deslizamentos, a fim de alertá-las sobre as próximas chuvas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
PicosPicos - PI Picos é um município brasileiro do estado do Piauí. Conforme estimativa populacional de 2018, sua população era de 78 002 habitantes. Geograficamente, a cidade é cortada pelo rio Guaribas e situa-se na região centro-sul do Piauí.
Teresina - PI
Atualizado às 13h02
32°
Muitas nuvens Máxima: 33° - Mínima: 24°
36°

Sensação

7.7 km/h

Vento

70.2%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias