CidadesPolítica

Sob ameaça do TCE, prefeito de Luzilândia reduz próprio salário que aumentou abusivamente

O Prefeito Ronaldo Gomes deve reduzir próprio salário, da vice e de secretários mediante decisão tomada na véspera da votação do parecer do TCE que denuncia a aprovação do aumento de salários dos agentes políticos em Luzilândia, pela câmara de vereadores ano passado, enquanto era vereador e presidente do Legislativo municipal.

O prefeito teria se reunido com a sua equipe de governo composta pela vice-prefeita e secretários decidiu reduzir os salários dos mesmos em aproximadamente 15% do ordenado. De acordo com o portal Clica Luzilândia a decisão se deu considerando a crise pela qual passa o o município de Luzilândia em suas receitas, toda na mão do prefeito.

O salário do Cprefeito, que hoje está em cerca de R$16 mil reais, sofreu reajuste ano passado, quando o atual prefeito Ronaldo Gomes, na época vereador e presidente da Câmara Municipal de Luzilândia aprovou o Projeto de Lei, de autoria da Mesa Diretora da Câmara de Luzilândia, no qual fazia parte, o aumento do salário do prefeito, vereadores e secretários.

Sobre o aumento dos seus próprios subsídios, visto que como candidato eleito a Prefeito, Ronaldo Gomes se favoreceria diretamente da decisão, foi apresentada junto ao TCE, uma denúncia relacionada a aprovação de seu aumento e dos subsídios dos agentes políticos ( vice -prefeito, secretários e vereadores). De acordo com o processo, o prefeito Ronaldo Gomes quando citado não respondeu. Assim sendo, o parecer do TCE é pela devolução dos valores recebidos “indevidamente”. O parecer do Ministério Público de Contas que será votado amanhã (14) na Primeira Câmara do TCE/ PI

Com informações do clicaluzilandia

Comentários

Moisés Costta

Moisés Pontes atualmente é estudante de enfermagem pela Faculdade FAMEP. Iniciou sua carreira profissional como colunista jornalístico em 2013 no site de notícias local Amarante Net a convite do atual prefeito Luiz Neto (PSD). Em 2014, recebeu o convite para assumir no Portal JN (Teresina) a coluna Informe Amarante com notícias do município e região. Atualmente também presta serviços como assessor de imprensa político e colaborador da AD Publicidade de Teresina. A convite da deputada e secretária de infraestrutura, Janaínna Marques, Moises recebeu a presidência do PTB Jovem Amarante tornando-se adjunto ao atual presidente Dr. Ítalo Queiroz (PTB Amarante). Trabalhou em 2015 como TARM-Técnico Telefonista Auxiliar de Regulação Médica do SAMU Amarante. Sobre sua paixão por jornalismo, Moisés Pontes foi orientado e instruído pelo jornalista, advogado, professor e historiador cultural Virgílio Queiroz, ator do filme Aí Que Vida de Cícero Filho. Moisés Pontes tem como meta no futuro próximo, criar um site e assessoria de mídias e notícias em saúde devido sua paixão por enfermagem e jornalismo.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close