Esportes Moisés Pontes

Massaranduba tem atuação sólida e vence Jim Miller por pontos

Depois de ter problemas no primeiro assalto ao ser colocado para baixo por Jim Miller, Francisco Massaranduba conseguiu neutralizar o americano, ser superior na trocação e até mesmo colocá-lo para baixo algumas vezes para vencer por decisão unânime (triplo 29-28) no card principal do UFC São Paulo, na madrugada deste sábado para domingo, no ginásio do Ibirapuera. Com isso, o brasileiro recupera-se do revés contra Kevin Lee e agora soma 22 vitórias e cinco derrotas. Miller, por sua vez, perdeu a terceira consecutiva.

Francisco Massaranduba venceu Jim Miller por decisão unânime no UFC São Paulo (Foto: Getty Images)

Francisco Massaranduba venceu Jim Miller por decisão unânime no UFC São Paulo (Foto: Getty Images)

Massaranduba encontrou bons socos no inicio do combate ao pressionar o rival, que conectou alguns jabs. Porém, após um chute baixo sem fintar, Miller o desequilibrou e o colocou para baixo. O brasileiro surpreendeu ao raspar de forma rápida e trabalhou o ground and pound da guarda de seu oponente. Pouco depois, se levantou e deu espaço para o americano ficar de pé. Estratégico, Miller entrou no tempo certo para conseguir nova queda na metade do round. Massaranduba conseguiu travar bem o rival e deu pouco espaço para o americano executar seu jiu-jítsu ou usar o ground and pound. O árbitro central demorou, mas fez os atletas ficarem de pé nos segundos finais, e o brasileiro ainda encaixou boa joelhada voadora.

Massaranduba voltou bem para o segundo round e ameaçava com golpes de esquerda e joelhadas. Ligado nas tentativas de queda do americano, ele se defendia e deixava cruzados de esquerda na saída. Miller começou a cansar e teve sérios problemas com a mão esquerda do brasileiro, que furava sua guarda constantemente. O duelo ainda foi para o chão, com Massaranduba por cima, castigando o adversário até o fim do assalto.

Na volta para o terceiro, Massaranduba seguiu superior. Miller tentou uma queda após joelhada voadora do oponente, mas sem obter sucesso. O brasileiro tinha a situação sob controle e impôs boa pressão, caminhando para a frente e combinando jabs, diretos e cruzados. Na grade, Massaranduba jogou um gancho curto e deu espaço para o americano, mas sem perder o controle do centro do octógono. Ele marcou o tempo de um chute baixo de Miller para levá-lo ao solo. Por cima, apenas administro a situação com inteligência, sem dar brechas para a perigosa guarda do americano e mantendo-se ativo para não permitir que a luta ficasse de pé.

Fonte: Sporttv

Comentários