Geral

Candidatas a miss no Peru fazem protesto contra feminicídio

As candidatas a miss Peru 2018 fizeram um protesto contra a violência sexual na noite de domingo (29). No tradicional quadro em que apresentariam suas medidas (altura, peso), as 23 participantes destacaram estimativas de feminicídio, agressões e assédio sexual contra a mulher.

“Meu nome é Camila Canicoba e represento o departamento de Lima. Minhas medidas são: 2.202 casos de feminicídio registrados nos últimos nove anos no meu país”, afirmou.

“Minhas medidas são: 82 feminicídios e 156 tentativas neste ano”, declarou Karen Cueto, que representa Lima.

Já Juana Acevedo afirmou que mais de 70% das mulheres já foram vítimas de assédio sexual.

“Minhas medidas são: 81% dos agressores das meninas menores de 5 anos são próximos da família”, declarou Melody Calderón, que representa La Libertad.

Samantha Batallanos, que representa Lima, lembrou que “uma menina morre a cada dez minutos devido à exploração sexual”.

De acordo com o jornal “El Comércio”, o protesto continuou durante o desfile com trajes de banho. A organizadora, Jessica Newton, fez um pronunciamento em que ressaltou que as mulheres são livres para atuar e se vestir como desejam e que ninguém pode sentir o direito de desrespeitar e muito menos “tocar”.

Durante o desfile, Leslie Shaw cantou “Siempre más flerte” (Sempre mais forte, em tradução livre) e foram projetados recortes de jornal com notícias sobre feminicídio.

Fonte: G1

 

Comentários

Tags

Moisés Pontes

Moisés Pontes atualmente é estudante de enfermagem pela Faculdade FAMEP. Iniciou sua carreira profissional como colunista jornalístico em 2013 no site de notícias local Amarante Net a convite do atual prefeito Luiz Neto (PSD). Em 2014, recebeu o convite para assumir no Portal JN (Teresina) a coluna Informe Amarante com notícias do município e região. Atualmente também presta serviços como assessor de imprensa político e colaborador da AD Publicidade de Teresina. A convite da deputada e secretária de infraestrutura, Janaínna Marques, Moises recebeu a presidência do PTB Jovem Amarante tornando-se adjunto ao atual presidente Dr. Ítalo Queiroz (PTB Amarante). Trabalhou em 2015 como TARM-Técnico Telefonista Auxiliar de Regulação Médica do SAMU Amarante. Sobre sua paixão por jornalismo, Moisés Pontes foi orientado e instruído pelo jornalista, advogado, professor e historiador cultural Virgílio Queiroz, ator do filme Aí Que Vida de Cícero Filho. Moisés Pontes tem como meta no futuro próximo, criar um site e assessoria de mídias e notícias em saúde devido sua paixão por enfermagem e jornalismo.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close