Piauí

Governo vai construir residencial para Policiais Militares do Piauí

O  Programa Habitar Servidor, lançado o ano passado pela Secretaria de Administração e Previdência, vai construir o primeiro conjunto habitacional para o servidor público estadual. É o Residencial Tiradentes, que terá 600 unidades destinadas aos Policiais Militares do Piauí  e será construído pela ADH com financiamento da Caixa Econômica. O edital de chamamento será lançado dentro de 15 dias para que as construtoras apresentem suas propostas.

No próximo dia 25 de agosto, Dia do Soldado, será feito o lançamento oficial do projeto no Palácio de Karnak. No primeiro momento, o residencial será destinado para os Policiais Militares. Havendo sobra de unidades, elas serão distribuídas para os outros servidores estaduais. O local escolhido é próximo ao Zoobotânico, com área de 2 mil hectares. Os apartamentos são com dois e três quartos. Tamanhos de 56 e 64 metros quadrados. Será um condomínio fechado com piscina, quadra de esportes, pista de cooper e salão de festa com churrasqueira. A faixa salarial dos inscritos deve ser de R$ 1.800,00 a 6.000,00.

Segundo o Secretário Estadual de Administração e Previdência, Franzé Silva desde o recadastramento que o Governo do Estado percebeu a carência dos servidores por casa própria. “No recadastramento, tivemos uma visão socioeconômica do servidor. Surgiu então a ideia de montar um projeto para atender essa demanda grande. Somado a isso, detectamos o processo crescente do déficit da Previdência, que era alarmante” diz Franzé.

Segundo ele, a partir destes dois fatores foi formatado o Habitar Servidor. Juntos Emgerpi, Seadprev, ADH e CEF formataram um projeto que é piloto. “Regularizamos um terreno que a Polícia Militar transferiu para a ADH e a partir daí idealizamos um conjunto habitacional com 600 unidades”, destacou. A ideia inicial é que vencidos os trâmites burocráticos as obras iniciem imediatamente.

Fonte: Cidade Verde

Comentários