Últimas

Em protesto contra Uber, taxistas cobrarão mesma tarifa que ônibus

Os taxistas independentes e das várias cooperativas de Teresina fizeram manifestação contra o serviço de transporte individual de passageiros UBER em frente ao hospital municipal no bairro Monte Castelo, zona sul de Teresina. Os taxistas cobraram da PMT fiscalização contra motoristas da UBER porque de acordo com ele, o serviço não é legalizado e atua de forma clandestina em Teresina.

O presidente da cooperativa dos taxistas, Pedro Ferreira, disse que a UBER é ilegal porque não tem regulamentação em Teresina e que os taxistas em Teresina vão paralisar suas atividades a partir desta segunda-feira até que o prefeito Firmino Filho atenda as reivindicações da categoria, que é a retirada e o bloqueio do sinal do aplicativo da UBER em Teresina.

 

Ele disse ainda que a cooperativa teletáxi tinha 70 mil corridas ao mês e com a chegada da UBER, foram reduzidos para 30 mil, com a demissão de quatro funcionários. Edinho Santos, presidente da associação dos segundos operadores de táxi de Teresina, declarou que são 3 mil taxistas e 2.040 táxis que existem em Teresina, mas muitos taxistas estão migrando para o uber, uma vez que não existe pagamento de taxas e tributos. Ele declarou ainda que os mototaxistas trabalharão em regime de lotação nos pontos de ônibus R$3,30, valor da passagem.

Fonte: Efrém ribeiro, Meio Norte

Comentários

Tags

Moisés Pontes

Moisés Pontes atualmente é estudante de enfermagem pela Faculdade FAMEP. Iniciou sua carreira profissional como colunista jornalístico em 2013 no site de notícias local Amarante Net a convite do atual prefeito Luiz Neto (PSD). Em 2014, recebeu o convite para assumir no Portal JN (Teresina) a coluna Informe Amarante com notícias do município e região. Atualmente também presta serviços como assessor de imprensa político e colaborador da AD Publicidade de Teresina. A convite da deputada e secretária de infraestrutura, Janaínna Marques, Moises recebeu a presidência do PTB Jovem Amarante tornando-se adjunto ao atual presidente Dr. Ítalo Queiroz (PTB Amarante). Trabalhou em 2015 como TARM-Técnico Telefonista Auxiliar de Regulação Médica do SAMU Amarante. Sobre sua paixão por jornalismo, Moisés Pontes foi orientado e instruído pelo jornalista, advogado, professor e historiador cultural Virgílio Queiroz, ator do filme Aí Que Vida de Cícero Filho. Moisés Pontes tem como meta no futuro próximo, criar um site e assessoria de mídias e notícias em saúde devido sua paixão por enfermagem e jornalismo.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close