PiauíSaúdeÚltimas

Nove pessoas cometeram suicídio no Piauí nos primeiros 16 dias de 2017

As estatísticas de suicídio tem crescido ano a ano no Piauí. Nos primeiros 12 dias de 2017, sete pessoas se mataram em Teresina! Nesta Segunda-feira (16) mais 2 se mataram em Agricolândia, cidade distante 80 Km ao sul da capital piauiense e uma das que compõem a Região da Grande Água Branca.

A maioria dos suicidadas são pessoas entre 14 e 30 anos. Entre os adolescentes, uma das principais causas são desilusões amorosas, pessoas que começam a viver “vida marital” muito cedo e com isso trazem para seu cotidiano os mesmos problemas de pessoas já adultas ou casadas… as cobranças passam a ser como se fossem casados, algumas obrigações também! O psíquico de um adolescente nem sempre está preparado para viver vida de adulto, com os problemas e as responsabilidades que a idade madura exige.

Até o momento as autoriadades estaduais não se manifestaram sobre o assunto, bastante comentado nos bastidores das redações dos meios de comunicação, mas sem publicação.  Nas redes sociais o assunto também é muito comentado. É também do conhecimento da polícia e da imprensa que existe um grupo no Whatsapp formado em Teresina, que estimula crianças, adolescentes e adultos a prática do suicidio, também já do conhecimento público devido divulgação pela imprensa.

Fonte: MPiauí

Comentários

Moisés Pontes

Moisés Pontes atualmente é estudante de enfermagem pela Faculdade FAMEP. Iniciou sua carreira profissional como colunista jornalístico em 2013 no site de notícias local Amarante Net a convite do atual prefeito Luiz Neto (PSD). Em 2014, recebeu o convite para assumir no Portal JN (Teresina) a coluna Informe Amarante com notícias do município e região. Atualmente também presta serviços como assessor de imprensa político e colaborador da AD Publicidade de Teresina. A convite da deputada e secretária de infraestrutura, Janaínna Marques, Moises recebeu a presidência do PTB Jovem Amarante tornando-se adjunto ao atual presidente Dr. Ítalo Queiroz (PTB Amarante). Trabalhou em 2015 como TARM-Técnico Telefonista Auxiliar de Regulação Médica do SAMU Amarante. Sobre sua paixão por jornalismo, Moisés Pontes foi orientado e instruído pelo jornalista, advogado, professor e historiador cultural Virgílio Queiroz, ator do filme Aí Que Vida de Cícero Filho. Moisés Pontes tem como meta no futuro próximo, criar um site e assessoria de mídias e notícias em saúde devido sua paixão por enfermagem e jornalismo.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close