Brasil Últimas

Canal no YouTube ensinava a cultivar maconha no quintal de casa.

Imagem: Globo

O professor de tecnologia da informação e segurança eletrônica, Sérgio Delvair da Costa, de 52 anos, através do YouTube, passava o dia publicando vídeos na internet ensinado como germinar sementes, como saber se uma planta é macho ou fêmea, além de dar dicas para cultivar maconha no quintal de casa. Além disso, ele criou uma cooperativa para atrair pessoas para distribuir sementes da erva.

De acordo com o G1, esse caso durou pelo menos dois anos, até que a polícia invadiu a residência do professor, em Brasília, e prendeu ele em junho deste ano com 120 pés de maconha. Ele foi indiciado sob suspeita de tráfico de drogas e pode ser condenado a até 20 anos de prisão em regime fechado.

Segundo o delegado Francisco Antonio da Silva, titular da 20ª DP (Gama), informou que cerca de 1,2 mil pessoas faziam parte da rede de distribuição de sementes criada por THC Procê serão investigadas.

“A Cooperativa de Cultivadores do Brasil (CCB) repassava sementes para interessados em todo o país por meio dos Correios. Nesse esquema, cada um dos envolvidos pagava um valor mensal para receber a mercadoria em casa. Nosso objetivo agora é identificar essas pessoas e saber qual o envolvimento de cada uma com esse tráfico”, finalizou o delegado.

Fonte: GP1

Comentários